302 Found

Found

The document has moved here.

DIR. ADJUNTA ATIVIDADES ACADÊMICAS

O conteúdo programático-prático do R1 do IPPMG está em acordo com a Resolução CNRM 01/2016 e corresponde a 90% da carga horária total.

Desta forma, o residente do primeiro ano tem a vivência de seis meses de pediatria hospitalar e cinco meses de pediatria ambulatorial.

 

  1. Atenção básica

Ocorre no ambulatório de pediatria geral do IPPMG a fim de realizar puericultura e no Banco de Leite Humano do Instituto Fernandes Figueira/ Fiocruz.

  1. Enfermaria pediátrica

Neste rodízio o residente tem a possibilidade, de acordo com a escala anual, de experimentar a vivência da pediatria hospitalar em duas das quatro enfermarias clínicas do IPPMG.

 

  1. Enfermaria de cirurgia pediátrica

Neste rodízio o residente a vivencia os processos e prática envolvendo o paciente pediátrico cirúrgico e acompanha o ambulatório de Cirurgia Pediátrica.

 

  1. Assistência básica ao recém-nascido

Este período de estágio é realizado na Maternidade Escola da UFRJ onde o residente realiza assistência ao parto e às primeiras horas de vida do recém-nascido 

 

  1. Treinamento em urgência e emergência

O treinamento é feito durante um mês fixo com complementação da carga horária em plantões noturnos e nos finais de semana.

 

  1. Especialidades pediátricas ambulatoriais e pediatria geral

Ao longo do primeiro ano de residência, o aluno vivenciará as áreas de atuação pediátricas tanto nas enfermarias quanto nos ambulatórios específicos nomeados como A, B e C.

No ambulatório de pediatria geral o residente realizará a puericultura não só os pacientes pediátricos sadios bem como dos pacientes com comorbidades com necessidade de acompanhamento pediátrico na forma de consultas rotineiras para avaliação global da saúde e aspectos do crescimento, desenvolvimento e prevenção e promoção da saúde.

Durante os meses de permanência do R1 no IPPMG, o mesmo terá uma tarde de ambulatório fixo por semana quando será possível fazer o acompanhamento pediátrico dos seus pacientes sob a supervisão de um preceptor determinado pela coordenação da UPE.

 

  1. Plantões e folgas

Os plantões semanais poderão ocorrer tanto na UPI quanto na emergência de acordo com a escala, incluindo finais de semana e feriados mensalmente pactuados entre os residentes.

Quando o residente estiver na Maternidade Escola, os plantões semanais e visitas são cumpridos naquela instituição, a exceção à regra são os plantões de feriado, quando o R1 cumpre escala anual, previamente pactuada entre os seus pares, no IPPMG.

O residente terá direito a um turno de folga durante o ano, ocorrendo idealmente após a realização dos plantões.

 

  1. Visitas

Durante os finais de semana e feriados, os residentes lotados na UPI deverão passar visita numa distribuição de 60% das visitas previstas para aquele mês de acordo com a escala mensal pactuada entre as partes.

Quando estiverem na Maternidade Escola, os residentes terão direito a uma tarde de folga que será acordado com a chefia do Alojamento Conjunto.

 

UFRJ IPPMG - Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira
Desenvolvido por: TIC/UFRJ