302 Found

Found

The document has moved here.

DIR. ADJUNTA ATIVIDADES ACADÊMICAS

Solicitamos a colaboração dos Serviços do IPPMG  para  a  participação  no abaixo assinado divulgado  pela Aliança de Controle do Tabagismo  pela regulamentação da Lei Nacional de Controle do Tabaco  LEI 12.546/ 2011  que garante ambientes públicos livres do fumo para todo o Brasil, assim como proíbe a propaganda de cigarros em pontos de venda, como padarias, lanchonetes  supermercados etc.

A lista para o abaixo-assinado estrá disponível nos diversos setores.

Quem tiver maior interesse, acessar o site ACT-br .

Clique na imagem para dar download do material de campanha em 2012.

 

2014.08.28-Fumar-faz-mal

2014.08.14-Congresso-Bras-Pneumo-820x1024

O DIA MUNDIAL SEM TABACO é, a cada ano, celebrado em todo mundo. É cada vez mais divulgado, fortalecido, incrementado  com denúncias e campanhas de esclarecimento e sensibilização para os malefícios  do tabaco à saúde das pessoas e do planeta.

Esta data visa integrar ações, sintonizar ideias e unir forças da sociedade. Neste ano a nossa Campanha dos Quixotes da Saúde na luta contra o tabagismo na infância e na adolescência procurou chamar a atenção  das pessoas e do público infanto-juvenil, mostrando que o esporte e a alegria do futebol podem contribuir  para um estilo de  vida mais saudável, longe das drogas.

Pretendemos  mostrar o tabagismo como um grave problema de saúde pública. Doença que ocorre pelo consumo de qualquer produto que contenha em sua composição o tabaco, extraído das folhas do fumo.

É a segunda causa de morte, somente  superada pela hipertensão arterial. Provoca, a cada ano, mais de cinco milhões de mortes em todo o mundo, e no BRASIL  200 MIL MORTES. Temos mais de um bilhão de fumantes em todo o planeta, produzindo mais de 10 bilhões de guimbas de cigarros que a cada dia provoca mais poluição e destrói  a  natureza.

Nossa juventude é visada como novo mercado consumidor. A cada dia em todo mundo cerca  de 100 mil jovens começam a fumar. Sabemos que 90% das pessoas que fumam começaram na adolescência. Atualmente há um forte incremento das estratégias de propaganda e marketing e grande sedução a estes jovens, com brindes, novas embalagens e diferentes sabores dos cigarros, o que facilita o consumo, aumentando assim  uma maior aceitação da droga pelo público jovem.

No dia 11 de outubro de 2013 foi realizada uma atividade educativa, com crianças do Ambulatório de Pediatria do IPPMG, visando chamar a atenção de adultos e crianças para os malefícios causados pelo cigarro.

Apresentamos um jogo cujo alvo era a figura dos cigarros, onde cada criança tentava derruba-los com uma bola, representando o combate a este grande malefício. As crianças se divertiram com a brincadeira ao longo da manhã.

 

Além de derrubar os cigarros, as crianças também exercitaram seus direitos e deveres: se divertir, respeitar o tempo e vez de jogar, criar vínculos com os demais amiguinhos e levar uma mensagem para os amigos e familiares.

 

Foi muito interessante ver a compreensão dos pequeninos sobre os males que um cigarro pode trazer, por causa dos produtos extremamente tóxicos que são transmitidos, passivamente, inclusive, pela fumaça.

O jogo atingiu seus objetivos despertando a curiosidade, desafiando os limites através da interação e o compartilhamentos nas atividades propostas.

UFRJ IPPMG - Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira
Desenvolvido por: TIC/UFRJ