A iniciação ao fumo e o consumo de cigarros na adolescência é uma realidade que precisamos estar atentos. Mais que transgredir regras sociais e familiares, o adolescente quer experimentar novas sensações, preencher espaços e correr riscos. Quer "ousar", se auto-afirmar, ser aceito e fazer parte de um grupo. 
 
  A infância é um período importante na estruturação de sua psique e auto-estima. O afeto é fundamental! Nos diversos ambientes sociais, mas especialmente nas escolas,  podemos fomentar uma cultura de paz, tolerância, respeito e educação, informar sobre  saúde, numa visão crítica, dialógica e contextualizada com nossa realidade. 
 
  Devemos promover a esperança e o cuidado, sensibilizar e encorajar com atitudes simples. como uma  boa conversa olho no olho, um abraço, um bom dia e um boa noite!
 
  Entusiasmo, alegria e coragem  são essenciais para enfrentar as adversidades sem fugir para o imediatismo das drogas. Precisamos mostrar a faceta obscura da dependência às drogas !
 
  Converse, dialogue, pensem juntos!                  
 
Katia Machado - Pediatra do IPPMG
UFRJ IPPMG - Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira
Desenvolvido por: TIC/UFRJ