1. 1- Determinantes de doenças crônicas e desenvolvimento infantil.

A mudança do perfil epidemiológico do país nos últimos anos implicou em aumento da prevalência de doenças crônicas na infância. Este grupo de condições clínicas traz importante impacto sobre a qualidade de vida da população infantil e requer estudos que visem entender e tratar o grupo de pacientes acometidos, assim como estudar formas de prevenção incluindo promoção a saúde para fazer face a esses agravos. Cabe ressaltar a existência de várias hipóteses atuais que associam a origem dessas afecções ao período da gestação, o que aumenta a relevância de aprofundar estes estudos na área materna infantil.

 

  1. 2- Doenças infecciosas e respiratórias na infância

As doenças infecciosas e respiratórias se mantêm como importante grupo de condições clínicas que afetam o bem-estar de um grande número de crianças e têm relevante impacto sobre a morbi-mortalidade deste grupo de pacientes. Esta linha de pesquisas visa estudar este grupo de doenças e contribuir para o diagnóstico e tratamento dos pacientes acometidos.

 

3- Doenças auto-imunes e inflamatórias na infância

Um expressivo aumento no número de estudos clínicos a respeito deste grupo de doenças tem sido observado nos últimos anos. Esta linha de pesquisa visa entender a patogênese e estudar formas novas de tratamento destas condições clínicas na infância.

 

  1. 4- Marcadores biológicos para diagnóstico e prognóstico de condições clínicas na saúde materno-infantil

A cada dia, novos marcadores biológicos tanto para um diagnóstico mais preciso e precoce como para acompanhamento prognóstico mais fidedigno de diversas patologias que afetam a saúde materno-infantil. Os referidos marcadores são objeto de estudo desta linha de pesquisa.

UFRJ IPPMG - Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira
Desenvolvido por: TIC/UFRJ