302 Found

Found

The document has moved here.

DIR. ADJUNTA ATIVIDADES ACADÊMICAS

 

Para celebrar o Dia Nacional de Combate ao Colesterol, em 8 de agosto, o Departamento Científico de Endocrinologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), em parceria com o Departamento de Dislipidemia e Aterosclerose da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), preparou material ilustrativo (folder e vídeo) voltado aos pais e pediatras para esclarecer dúvidas sobre o tema.

ACESSE AQUI O FOLDER ILUSTRATIVO.

ASSISTA AQUI AO VÍDEO.

ACESSE AQUI MATERIAL SOBRE DISLIPIDEMIA NA CRIANÇA

Na infância, a principal causa de colesterol alto se deve a uma alimentação rica em gorduras, ao excesso de peso e ao sedentarismo. Entretanto, algumas crianças e adolescentes terão colesterol alto mesmo seguindo uma dieta saudável. Para os especialistas, considerando ser primordial para o funcionamento do corpo humano, é importante ter os níveis do colesterol sob controle.

 

Matéria completa em: https://www.sbp.com.br/imprensa/detalhe/nid/cuidados-com-o-colesterol-alto-devem-comecar-na-infancia-alertam-pediatras-e-endocrinologistas/

 

 

 

Para auxiliar os pediatras no diagnóstico diferencial de dores recorrentes no público infantil, o Departamento Científico de Reumatologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) elaborou o documento “Isso é dor de crescimento ou algo mais sério?”. A publicação indica uma série de métodos que podem ser utilizados para diferenciar dores benignas, presentes em alguma fase da vida em cerca de 10% a 20% das crianças, daquelas dores características de doenças mais sérias.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O DOCUMENTO

De acordo com o texto, não há nenhuma relação comprovada entre as fases de desenvolvimento físico com as chamadas “dores de crescimento”, mas o termo foi consagrado pelo uso e ainda é amplamente utilizado. Apesar de ter causa desconhecida, essa modalidade de dor tem uma condição branda, de curso autolimitado, sendo que na maioria das vezes a história clínica e o exame físico são suficientes para chegar ao diagnóstico por exclusão.

 

Matéria completa em: https://www.sbp.com.br/imprensa/detalhe/nid/dor-de-crescimento-e-tema-de-nova-publicacao-do-departamento-de-reumatologia-da-sbp/

 

 

 

 

Período: 31 de Agosto de 2019 
Coordenação: Dra. Márcia Fernanda da Costa Carvalho 
Local: Auditório do CREMERJ - Praia de Botafogo, 228
Cidade: Rio de Janeiro / Brasil 
Descritivo:

Cartaz

 

 

 

Por: Wendy Wolfson

 

Diferentes atividades cerebrais, como a inibição e a modulação do córtex motor no transtorno de déficit de atenção e/ou hiperatividade (TDAH), podem dar um diagnóstico mais preciso da doença, sugere uma nova pesquisa.

Em um estudo de caso-controle, a capacidade de iniciar e adiar uma tarefa em um jogo de corrida de carros foi significativamente diferente entre as crianças com TDAH do que entre as crianças com desenvolvimento típico.

Quando as crianças com TDAH decidem agir ou não agir, a excitabilidade elétrica do cérebro difere de duas maneiras, disse o pesquisador do estudo Dr. Donald Gilbert, Ph.D., médico e diretor da Tourette's Syndrome and Movement Disorder Clinics e do Transcranial Magnetic Stimulation Laboratory no Cincinnati Children's Hospital Medical Center, em Ohio.

"Inicialmente, há um aspecto muito importante do sistema de interrupção que as crianças com TDAH não ativam e, em segundo lugar, seu aumento geral da atividade fisiológica cerebral para enfrentar o desafio da tarefa é menor", disse o Dr. Donald, que também é professor associado do Departamento de Neurologia Infantil.

 

Essas descobertas forampublicadas on-line em 17 de janeiro no periódico Neurology.

 

Matéria completa em: https://portugues.medscape.com/verartigo/6503817

 

 

 

Período: 29 de Agosto de 2019 
Coordenação: Dra. Andreia de Santana Silva Moreira 
Local: Rua Voluntários da Pátria nº 445 cobertura.
Cidade: Rio de Janeiro / Brasil 
Informações:

Público Alvo: residentes e profissionais médicos interessados na área.

Informações Adicionais: Toda a última quinta-feira do mês, às 18h - Não há necessidade de inscrição.

 

 

UFRJ IPPMG - Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira
Desenvolvido por: TIC/UFRJ