Para discutir a influência do meio ambiente na saúde da população pediátrica e reforçar a importância da preservação dos recursos naturais, a Sociedade Brasileira de Pediatria promoverá no dia 8 de outubro o 1º Simpósio Brasileiro de Saúde Ambiental em Pediatria, em Porto Alegre (RS). O evento, que acontecerá simultaneamente ao 39º Congresso Brasileiro de Pediatria (CBP), dará ênfase a debates sobre os efeitos nocivos dos agentes químicos – de origem natural ou sintética – sobre o ser humano e a natureza.

CLIQUE AQUIPARA REALIZAR SUA INSCRIÇÃO

 

csm_topo-simposio-saude-ambiental_c67786156c.png

 

 

 

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) convida os pediatras brasileiros a participarem da consulta pública nº 36 da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec), sobre a incorporação na rede pública de uma nova forma de apresentação dos medicamentos para tratamento de tuberculose em crianças com até 10 anos de idade. Disponível até o dia 16 de julho, a proposta refere-se especificamente à inclusão da dose fixa combinada de rifampicina 75 mg + isoniazida 50 mg + pirazinamida 150 mg, em forma dispersível.

CLIQUE AQUI PARA PARTICIPAR DA CONSULTA PÚBLICA

Atualmente, o tratamento da tuberculose é oferecido exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e inclui a combinação de medicamentos em doses que envolvem mais de um comprimido. No caso do tratamento infantil, em fase intensiva da doença é necessária a administração da rifampicina, isoniazida e pirazinamida simultaneamente, com diferentes apresentações.

De acordo com a integrante do Departamento Científico de Pneumologia da SBP, dra. Maria de Fátima Bazhuni Pombo March, a dose fixa combinada tem maior potencial de aceitação no uso em crianças e, por isso, aumenta as chances de adesão ao tratamento e consequentemente as taxas de cura da doença.

“Há décadas, esses medicamentos são utilizados na população pediátrica com bons resultados no tratamento da tuberculose. A proposta em discussão fornece uma nova opção de apresentação desses três fármacos, na forma de comprimidos de dose fixa combinada e dissolvível em água. Apesar de não haver diferenças significativas entre os efeitos de tratamento, esse formato facilita a adesão do paciente, especialmente das crianças”, explica a pediatra.

Conforme enfatiza a dra. Fátima, todos os cidadãos podem participar da consulta pública, sobretudo os pediatras, dado o interesse direto na melhoria das condições de assistência e tratamento das crianças com tuberculose, doença ainda muito frequente no País.

COMO PARTICIPAR – Os interessados em apresentar contribuições à Consulta Pública devem preencher o formulário eletrônico disponível no site da Conitec. As sugestões encaminhadas podem confirmar ou modificar a recomendação inicial. Evidências científicas e relatos de experiências sobre o uso dessas tecnologias em casos da doença também devem contribuir para a análise da Comissão.

 

 

 

O Pediatra é o profissional responsável pelo acompanhamento das crianças desde os primeiros dias de vida. Nas consultas de rotina, a avaliação formal do desenvolvimento neuropsicomotor é fundamental e indispensável, assim como o estabelecimento de um vínculo de confiança entre o paciente, a família e o pediatra.  Isso porque, na identificação de atrasos, desvios do desenvolvimento, ou sinais precoces de transtorno do espectro do autismo (TEA). A qualidade das informações fornecidas pode repercutir positivamente na forma como os familiares enfrentam um possível diagnóstico.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

 

 

O trabalho intitulado: “Benefício do projeto Biblioteca Viva em hospitais no IPPMG: um olhar das  acadêmicas de enfermagem” sob a autoria da aluna Natália Loureiro e co-autoria das participantes do projeto de extensão Biblioteca Viva em Hospitais – IPPMG: Gabrielle Rodrigues, Isabelly Garrido, Victoria Lobianco, Thalia Cristina, Letícia Oliveira e Katharina Ferreira do 3º período do curso de enfermagem da UFRJ, ganhou o 1º lugar do Prêmio professora Dra. Maria Dolores Lins de Andrade, apresentado na Semana de Enfermagem 2019 – 18ª Mostra Científica e Cultural da DEN – 3º Compartilhando Saberes – Hospital Universitário Clementino Fraga Filho – Universidade Federal do Rio de Janeiro, realizado em 14 de maio de 2019.

 

IMG-20190514-WA0003.jpg

 

Gostaríamos de parabenizar e agradecer às discentes envolvidas no trabalho, assim como no projeto. Ficamos muito felizes!

 

Atenciosamente,

 

    Equipe Biblioteca Viva em Hospitais - IPPMG

 

 

 

Período: 27 de Junho de 2019 
Coordenação: Dra. Andreia de Santana Silva Moreira 
Local: Rua Voluntários da Pátria nº 445 cobertura.
Cidade: Rio de Janeiro / Brasil 
Informações:

Público Alvo: residentes e profissionais médicos interessados na área.

Informações Adicionais: Toda a última quinta-feira do mês, às 18h - Não há necessidade de inscrição.

 

 

 

UFRJ IPPMG - Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira
Desenvolvido por: TIC/UFRJ