DIR. ADJUNTA ATIVIDADES ACADÊMICAS

enf

 

Devido as diretrizes de contingência da COVID-19 adotadas pela UFRJ e conforme acordado em com a Direção do IPPMG, a Biblioteca permanecerá fechada e seus serviços internos serão realizados remotamente, a princípio, pelas próximas duas semanas. Durante esse período, qualquer demanda, dúvida ou auxílio, por favor, mandar email para: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

 

 

O Projeto Ações para Suprir a deficiência de assistência Pediátrica via Telemedicina. Disponibilizar educação continuada e conhecimento médico aos profissionais de saúde e unidades hospitalares/ambulatoriais dos municípios do Rio de janeiro. Inovação Tecnológica para Assistência Médica Pediátrica, do IPPMG, que oferece o curso de Pós-Graduação Medicina no Âmbito do SUS, necessita desenvolver uma  plataforma digital de ensino/aprendizagem a ser utilizada na nova etapa deste projeto e que atenda criteriosamente os seguintes objetivos:

  • Oferecer conhecimento e conteúdo técnico gerenciado;
  • Vincular atividades de ensino à distância (EAD) com acompanhamento e protocolos de monitoramento avaliação do processo deensino-aprendizagem;
  • Armazenar conteúdo científico (vídeos, documentos técnicos);
  • Viabilizar correspondência entre especialistas (conferencistas) em tempo real subsidiando atividades de telessaúde e telerregulação médica-assistencial.

 

  As empresas interessadas deverão preencher a ficha cadastral (disponível em anexo) e encaminhar para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. até o dia 27.03.2020 às 18h. A confirmação do cadastro e o horário da apresentação será enviado para os e-mails informados na inscrição. 

 

 Devido à Pandemia do novo Coronavírus, o evento foi adiado e não tem, até o momento, uma data para ocorrer.

 

  A comissão que avaliará as empresas é composta por profissionais altamente capacitados que atuam em diferentes aspectos da área da saúde e educação. São eles:

  • Ana Catarina Romano – Farmacêutica que atua na Coordenação de Projetos do IPPMG/UFRJ
  • Fernanda Carvalho de Queiroz Mello – Médica e diretora executiva do IDT/UFRJ
  • Guilherme Flores – Especialista em tecnologia da educação
  • Miriam Struchiner – Professora associada da UFRJ e coordenadora do Laboratório de Tecnologias Cognitivas (LTC/NUTES)
  • Patrícia Furtado – Enfermeira que atua na Assessoria Especial em Políticas de Saúde vinculada à reitoria da UFRJ.

  Os critérios de avaliação estão disponíveis na Prova de Conceitos Negociais (disponível também em anexo) onde são apresentados critérios Obrigatórios e Eletivos. Àqueles Obrigatórios correspondem a todos os requisitos que elegem um produto ao processo de seleção. O não atendimento a qualquer um dos itens obrigatórios torna o produto NÃO APTO a concorrer.

 

  Os requisitos considerados Eletivos são aqueles que oferecem diferenciação qualitativa e aprofundam as diferenças entre os produtos. Para a avaliação desses critérios, será aplicada uma Escala de Likert de cinco pontos (1-5) onde, onde:

1 significa (NÃO SATISFAZ),

2 significa (SATISFAZ COM LIMITAÇÕES ),

3 significa (SATISFAZ),

4 significa (SATISFAZ E SUPERA A EXPECTATIVA NA FERRAMENTA),

5 significa (SATISFAZ E APRESENTA RECURSO DIFERENCIAL OU VALOR AGREGADO SUPERIOR).

 

  A proposição dessa escala permitirá aos avaliadores considerar requisitos comuns aprofundando potenciais de melhoria e de valor agregado que as ferramentas possam adicionar ao negócio.

  A nota final de cada empresa avaliada será o resultado do cumprimento de todos os critérios OBRIGATÓRIOS e o somatório das notas atribuídas para os critérios ELETIVOS.

 

Ficha Cadastral

Prova de Conceito

 

 

 

Informamos que a prova para o Curso de Especialização em Gastroenterologia está suspensa. Posteriormente será marcada nova data.

 

 

Após reunião realizada na sexta-feira (13/3) com o Grupo de Trabalho da UFRJ sobre o novo coronavírus, a Reitoria determinou:

1)  A suspensão das aulas nos níveis da educação básica, graduação e pós-graduação, em todos os campi da UFRJ, por 15 dias, a partir da segunda-feira (16/3), sujeita à reavaliação ao final do período.

2)  A manutenção do funcionamento normal das unidades hospitalares.

3)  A continuidade de todas as atividades administrativas das unidades acadêmicas, conforme decisão das chefias imediatas.

A decisão foi tomada após análise da evolução e do agravamento da pandemia da COVID-19 no Rio de Janeiro. Assim sendo, a Reitoria recomenda:

1)  A permanência dos discentes em seus domicílios, mantendo distanciamento social, o que implica evitar aglomerações de qualquer natureza.

2)  Sempre que possível, a manutenção remota das atividades acadêmicas iniciadas (em breve, serão dadas instruções sobre uso de aplicativos com essa finalidade). 3)  A continuidade de bancas de monografia, dissertação e tese, que devem ocorrer, sempre que possível, de maneira remota.

4)  A manutenção do atendimento às diretrizes de contingência da COVID-19 anteriormente emitidas.

Em relação à manutenção das atividades administrativas, é preciso ressaltar o cuidado com servidores que apresentem sintomas de gripe ou resfriado. Neste caso, eles devem entrar na quarentena produtiva (14 dias). A Reitoria ressalta que, neste momento, é importante diminuir o número de pessoas que trabalham no mesmo ambiente.
O Grupo de Trabalho continuará funcionando e se reunindo e, sempre que necessário, emitirá novas orientações.

Fonte: ufrj.br

UFRJ IPPMG - Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira
Desenvolvido por: TIC/UFRJ